Viajando sozinha? Tome essas medidas de segurança

Infelizmente, é um fato que mulheres viajantes têm que ser mais cautelosas e se preocupar bastante com sua própria segurança – principalmente se estiverem viajando sozinhas. Mesmo assim, temos que persistir, riscos sempre existirão, mas as recompensas de explorar o mundo e realizar nossos sonhos são infinitamente maiores.

Confira a seguir algumas dicas que vão te ajudar a se preparar melhor para viajar:

1. Antes de tudo, a ideia de segurança muda de pessoa para pessoa

Primeiramente, é importante frisar que segurança (como tudo na vida, na verdade) é um conceito relativo. Por exemplo, alguém que mora no Rio de Janeiro provavelmente terá um senso de perigo mais apurado do que alguém que mora em Estocolmo. Isso acontece, simplesmente, porque conviver com a violência já cria um estado mental de vigilância constante.

Cada pessoa utiliza parâmetros condizentes com sua experiência pessoal para classificar um local como mais ou menos arriscado. Contudo, há precauções gerais que podemos tomar para evitar passar por situações de perigo.

2. Comece por locais menos perigosos

O maior segredo sobre viagens é que quanto mais experiência você adquire, melhor você vai se planejar e se precaver. Fazer sua primeira viagem sozinha pode ser sim aterrorizante em certos momentos, por isso é legal escolher lugares mais tranquilos enquanto você ainda é iniciante: a possibilidade de você encontrar problemas é menor e você vai se acostumando com a rotina de viagem, que envolve partes chatas sim, como longas esperas, documentação adequada, burocracia, preços exorbitantes, dificuldade de comunicação e uma série de imprevistos que você vai tirar de letra depois de um tempo.

3. Certifique-se de que alguém sabe onde você está

Isso é muito importante e muito fácil de fazer hoje em dia. Sua mãe, seu namorado, sua tia. Assim que você fechar seu roteiro, deixe uma cópia com pessoas próximas, de preferência com as informações de onde você ficará hospedada e reservas de passagens. Durante a viagem, pode ser chato ter que ficar dando notícias o tempo todo quando você está só preocupada em curtir, então quando puder, apenas faça check-in no local que você desembarcar. Já é uma forma de registrar seus passos.

4. Tenha sempre uma forma de comunicar

A internet Wi-Fi é uma grande aliada para viajantes solo, mas se você vai passar um tempo razoável na estrada, talvez seja uma boa ideia comprar um chip do país para onde vai, caso você precise usar o celular em alguma emergência, ou mesmo trocar mensagens com os amigos que vai fazer. O SMS já salvou minha vida várias vezes.

5. Faça cópia de documentos importantes

Passaporte, carteira de motorista e outros documentos essenciais. Se você tem certeza que pode deixar os originais em um local seguro, carregue as cópias com você durante os passeios. Caso algo aconteça com a sua bolsa, você não terá que ficar louca atrás de novos documentos.

6. “Pack light” – leve pouca bagagem

Dica de ouro para mulheres que viajam sozinha. Leve uma mala (ou mochila) que você dê conta de carregar. Isso quer dizer que muitas vezes você vai ter que deixar em casa roupas, objetos e acessórios que você ama, para ter uma viagem mais confortável. Você vai ver que esse “sacrifício” vai te deixar com mais mobilidade e preparada para sair rapidamente de alguma situação crítica.

7. Tente não chamar muita atenção

É um fato conhecido que muitas pessoas tentam tirar vantagem de turistas. É realmente um pouco difícil ser discreta com câmeras e mapas, mas procure não deixar objetos de valor a mostra: dinheiro, eletrônicos e até jóias. Se precisar de ajuda, peça informação para duas ou três pessoas antes de seguir instruções. Tenha sempre com você o endereço e telefone do lugar onde está hospedada e dinheiro suficiente para pegar transporte público ou mesmo um táxi.

8. Tome cuidado com furtos

Os chamados “pickpockets” aparecem em qualquer lugar, não se engane. Minha mãe teve a carteira furtada em Roma, por exemplo. Essa é uma medida que no Brasil já estamos acostumadas a tomar: não deixar celulares desprotegidos em cima da mesa/ balcão, ficar com a bolsa junto ao corpo, colocar os objetos mais valiosos em compartimentos internos, fechar sempre o zíper e tomar cuidado ao usar bolsos de calças (principalmente os traseiros) e jaquetas, eles são mais vulneráveis. Não pense que pode relaxar 100% só porque está na Europa.

9. Faça amigos, mas tenha certa desconfiança

Uma das melhores partes de viajar é fazer amizades. É lindo poder conversar com pessoas diferentes e conhecer novas culturas. Saia, se divirta, explore o máximo possível, só não deixe de ficar atenta às pessoas que conhece. A maioria delas também só está querendo curtir a viagem, mas se notar alguma coisa estranha ou se sentir desconfortável com algum comentário ou acontecimento, é melhor se afastar e procurar outra turma.

10. Use seus instintos

Como frisado acima, se você sentir que há algo errado com o lugar ou com as pessoas ao seu redor, siga sua intuição e vá embora. É importante ter a iniciativa de sair de situações ruins antes que algo aconteça de fato, não insista se sua intuição te diz que você deveria estar lá.

11. Lembre-se de se divertir

Seja cautelosa, mas não neurótica. É importante tomar cuidado, mas uma mulher pode sim sair, dançar, beber e se divertir horrores viajando sozinha. Não deixe curtir os momentos, porque eles são únicos!

 


 

Você tem alguma outra dica de segurança? Comente abaixo!

E não deixe de inscrever seu email para receber nossa Newsletter =D

 

*Este artigo foi baseado nesta publicação do Huffington Post.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *